O Clã das Freiras Assassinas – Robin LaFevers

🏹Da série livros que me flecharam:

A trilogia “O Clã das Freiras Assassinas” da autora Robin LaFevers. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀


📖 Sinopse:
“Um convento na França do século XV está treinando suas noviças para serem habilidosas assassinas a serviço de Saint Mortain, o deus da Morte, em missões que influenciar a política de seu país e o destino da guerra pela independência da Bretanha.
Estabelecida na França medieval, misturando fantasia com ricos detalhes históricos, O clã das Freiras assassinas é uma trilogia sofisticada, sombria e emocionante.”

        ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

🍃O que mais gostei:

Leia mais »
Anúncios

Natal, Fim de Ano e muitas promessas não cumpridas.

dqtK3lU

Olá seres que existem somente na minha cabeça.

Esse ano eu e os autores que se propuseram  a metas megalomaníacas, não escrevemos quase nada, perdemos as apostas e provavelmente não postaremos as punições (não temos palavra e nem honra, acostumem-se com isso).

Mas além de se queixar, também é tempo de agradecer, e falando nisso: quero agradecer a nossa mais nova autora do blog, primeiro por manter esse blog ativo, depois por ter subido o nível das publicações (ela é premiada e tudo gente, cês não tão entendendo), e terceiro sei que ela vai ficar puta com isso porque não aceita bem elogios e tal (MUAHAHAHAHA), então OBRIGADO DANÇANDO COM LETRAS.

Também deixo meus agradecimentos ao demais autores, que apesar de não postarem muito se mantém aqui na perseverança (apesar de um só ter feito um post até hoje e o outro ter abandonado o blog, mas aqui não é lugar de lavar roupa suja, isso é na mesa de jantar no natal junto com a família discutindo política).

Por fim muito obrigado a quem possa ter lido qualquer coisa nesse blog durante toda a sua existência e…

FELIZ NATAL E UM FELIZ ANO NOVO =)

Tentarei postar de forma decente ano que vem (mas lembrem-se não tenho palavra ou honra, então sei lá).

As Mil Noites – Emily Kate Johnston

🏹Da série livros que me flecharam:

                       “As Mil Noites ”⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀


Emily Kate Johnston

📖 Sinopse:

“Quando Lo-Melkhiin chega àquela aldeia – apóster matado trezentas noivas -, a garota sabe que o rei desejará desposar amenina mais bela: sua irmã. Desesperada para salvar a irmã da morte certa, elafaz de tudo para ser levada para o palácio em seu lugar. A corte de Lo-Melkhiiné um local perigoso e cheio de beleza: intricadas estátuas com olhosassombrados habitam os jardins e fios da mais fina seda são usados para tecervestidos elegantes. Mas a morte está à espreita, e ela olha para tudo como sefosse a última vez. Porém, uma estranha magia parece fluir entre a garota e orei, e noite após noite Lo-Melkhiin vai até seu quarto para ouvir suashistórias; e dia após dia, ela continua viva.”

        ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Leia mais »

O pecado do amor

53 O pecado do amor

Ela não era a flor mais bonita,
Não tinha as palavras mais doces
E para mim não fora feita

Mas me sorrira, num vestido de seda
Com cachos e fita no cabelo,
Ignorou o brilho do sapato e correu pela lama
Como se aquilo fosse cheio de honra

Foi ela quem me tomou a mão.
A minha uma rocha áspera,
A dela uma pétala lisa

Algo estranho percorreu por meu braço
Tentei soltar e ela afirmou o aperto…
Era como uma doce caríciaLeia mais »

Entrevista com o Vampiro – Anne Rice

0

🏹Da série livros que me flecharam:

“Entrevista com o Vampiro” da autora Anne Rice e a  graphic novel da História de Claudia com adaptação e arte de Ashley Marie Witter.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀

📖 Sinopse:

“Este romance começa com um jovem repórter entrevistando Louis de Pointe du Lac, nascido em 1766 e transformado em vampiro por Lestat. Luis conta sua história aos ouvidos atentos do repórter, revelando segredos do mundo dos vampiros.”
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

“Você é a noite, e só a noite o compreende e o acolhe nos braços. Unido com as sombras. Sem pesadelos. Uma paz inexplicável.”

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Leia mais »

Estou saindo para dançar

20 Estou saindo para dançar
Estou saindo para dançar,
Para criar expectativas,
Dar sentido á minha vida,
Tentar sorrir no mais puro frio na barriga,
Mas enfim esquecer o mundo.

Estou saindo para dançar,
Para deixar o que já passou
E viver o presente que ganhei,
Mas também para acumular boas lembranças,
As que enfim chamei.

Estou saindo para dançar,
Vida, escolha,
Esforço e coragem
É preciso para tal viagem.

Quero me embalar no figurino
Me revelar na maquiagem
Fazer do meu corpo instrumento
Da música que pulsa vida
Se transformando em movimento

Vou agora ser um anjo, ou talvez uma árvore,
Vou estar na rua, ou talvez no teatro,
Tanto faz,
Vou dançar como num baile de rainha
E viver mil sonhos coloridos.

Minha alma e corpo estão enfim completos,
Livres como borboletas
Fora do casulo.
Meu corpo, no ritmo da canção
Não imagino qualquer melhor sensação.

E aquilo que eu precisava,
Aquilo que eu dizia,
Aquilo que se faz…
Estou dançando!
E já não me lembro mais.

O Circo Mecânico Tresaulti – Genevieve Valentine

0

🏹Da série livros que me flecharam:

“O Circo Mecânico Tresaulti ” da autora Genevieve Valentine. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

📖 Sinopse:

“Respeitável público, sejam bem vindos ao incrível Circo Mêcanico Tresaulti, o lugar para quem acredita no mundo mágico que nos rodeia. Permita-me conduzi-lo por uma viagem única através da luz e das sombras onde descobriremos juntos uma nova forma de ver tudo e a todos. Onde não existe limite entre o picadeiro e a plateia, onde tudo é real e o único limite é a nossa vontade de sonhar.” Em pleno cenário pós-apocalíptico, “O Circo Mecânico Tresaulti” ergue sua lona e dá início ao grande espetáculo. Ambientado sobre a perigosa superfície de um mundo devastado, cheio de bombas e radiação remanescentes de uma guerra pela qual todos já saíram derrotados, este belo romance nos apresenta uma caravana circense em eterna viagem através de muitas cidades sem país, região ou rota definida. Lugares que podem não mais existir quando o circo retornar. Aqueles que se juntam ao circo procuram segurança, trabalho sem risco de vida ou apenas uma nova forma de recomeçar. E seguir adiante, apesar de tudo.”

🍃O que mais gostei:
• O cenário desafia sua imaginação, guerra, circo, mecanismos em corpos humanos, para mim ao menos, foi desafiador imaginar.
⠀⠀⠀⠀
• Acho que esse foi um dos poucos livros em que não tive um personagem de que gostasse mais, apesar de sentir falta disso, também foi algo libertador num livro. Eu não tinha preferencias, mas ainda assim torcia por eles.
⠀⠀
• Os dramas dos personagens que vão sendo revelados gradualmente, quando eu achava que estava entendendo os motivos de cada um, algo novo se apresentava.

• Ao meu ver foi mais surpreendente do que parecia poder ser nos primeiros capítulos. ⠀

“Mas é assim que as lembranças são – sempre verdadeiras. Nunca a verdade.”